sábado, 4 de julho de 2015


Posso desnudar você em sua máxima essência
Estarei em sua boca sentindo seus lábios em mim
Passearei em seus devaneios encontrando seu norte
Sedutora essência que serve o amor
Completa emoção que cobre o prazer do viver em amar
Em seu colo deixando eriçada sua pele que desponta 
seus mamilos marcados de prazer
Linda mulher que entoa a paixão lúcida e prazerosa
Em seu ventre aquecido e terno abriga o vergo que
entumecido toca
Vezes que desliza ao encontro das virtudes e seu 
pranto de prazer
Rompe o gemido que espalha o gozo, tomada de seu
escandaloso amor.
Abocanhar o ar ao curvar-se e sorrir perdidamente em
eternidade
Febril o corpo vaga em paraíso e descanso de seu 
corpo formoso e nu
Corpo ressuscitado do viver em plenitude
Amor em ser verbo e teor, por ser cumplicidade e 
alma.
Vestida de paixão o beijo revela a carne marcada
Alma redentora de toda sua luxuria
Completamente a mulher em essência de amor
Carente dos prazeres que modifica o humor
Saciada de todas as suas fantasias
Sensual é a arte do cortejo
Entrega aos desejos
Provocar o amor latente nas entranhas
Sorrir ao ter o doce escorrendo pelas colunas
Ter tido a posse ao ser possuída e desejada
Acalmar-se envolta de todos os carinhos e caminhos do
próprio amor
Fazer do sexo a mais bela expressão de todo seu amor



Hélio Ramos de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário