terça-feira, 11 de junho de 2013


Uma poesia é feita de magia e encantamentos
Um sorriso e um alento
Uma pegar e não soltar
Uma parada de pensamentos
O escrever sentindo o vento
O sonhar sem adormecer
Acontecer sem e por querer
Um acontecimento
A massa e o cimento
O concreto dos pensamentos
Os sonhos deitado ao relento
O respirar ar...
Um escrito é apenas isso
Uma ou varias formações
Os poemas ou as canções
Inspiração de uma fragrância
Viver e ver todas as estancias das estações
Invernar no verão e primaverar no outono em renascer
Ver crescer os sentimentos
Ser e estar por completo
Ser pleno em pensamentos
É nascer para o nunca é eternizar o amos com as falanges
Intensificando o amor por ser imperfeito
Este sempre será o jeito de poetizar o amor que nos uni
Sem ter nada que desabone
Estar no ar que se respira a centelha que faz brilhar



Helio Ramos de Oliveira
ISBN 978-85-7923-552-8

Lei de direito autoral (nº 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário