domingo, 9 de outubro de 2016

O mundo se abre quando a alma de uma mulher aparece fulgurante no paraíso
O véu que recobre o corpo e liberta o transcendente olhar feminino
Seu colher de sementes na vastidão dos sonhos e segredos purifica a verdade
Abrigar-se em seu como é ser amamentando pelo destino
Desatino de todas as emoções que formam o ser em plenitude
Amor...
Tradução de seu ser é ser MULHER que divina e majestosas escreve no mundo dimensões de pureza e harmonia

Hélio Ramos de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário