quinta-feira, 17 de janeiro de 2013



Um mar turquesa banhando sua pele morena e bronzeada
Seu corpo de formas arredondadas esta belíssima mulher
Dando vida as inspirações que falam de Sereias encantadoras
Graça da composição dos amantes que se rendem seduzidos
Um sorriso aberto transformando em um beijo com sabor
O gosto gostoso da liberdade em sentir nas carnes o prazer
Pele macia de tônus firmes que abraça com seus braços
Trazendo para si em domínio e loucura esta ela toda nua
Uma dança lasciva conduzida à solta beijando a boca
Deixando ou partindo olhando e rindo pegando com força
Desliza dengosa esta mulher fogosa quer se refrescar
Um banho de suor que brota da pele morena e febril
Tocada derrete em refrescar deixando transbordar
Fazendo caricias servindo-se do licor que brota em amar
Entorpecida em realidade contrasta seus montes deitada e feliz
Seu hálito transforma-se em brisa passeia no mundo
Amor é o ato e efeitos de todos os jeitos devem existir
As loucuras provem das fantasias que fazem dos dias brilhantes
Amor que brota dos sonhos encontrando fertilidade no coração
Os valores são as recompensas de tudo que pensa para ser feliz
Graça em um vestido branco em pele morena linda e serena
Sabe que vale a pena ser a mulher mais cheirosa
Colhendo as rosas deste seu imenso jardim que floresce por mim




Helio Ramos de Oliveira
ISBN 978-85-7923-552-8
Lei de direito autoral (nº 9610/98)

Um comentário: