terça-feira, 17 de abril de 2012



Vórtex de sua magia

Transforma os mundos envoltos de si

De força arrastando para seu centro

Bailando aos ventos

Mudando os tempos ditando o compasso

Natureza insólita que transforma

Com a fúria das fontes

Energia que resplandece

Que nunca se esquece

As massas que se amassam inconstante

Por todos os instantes

Fulguram em si

Atmosfera que a fera se solta

Amor é revolta

Desejos que flui com pressão e desespero

É esse o tempero

Referencial das forças

Ação e reação

A pura fusão

Necessária e querida

Mecânica precisa trabalhando

Vertendo-se em covariânça

Coordenadas precisas dos ventos de nortada

Uma mudança sem fim








Helio Ramos de Oliveira
ISBN 978-85-7923-552-8
Lei de direito autoral (nº 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário